Seja Bem Vindo a Entre Brasucas / Registre-se Clicando no Cadeado

Fraternidade Sem Fronteiras Juntos por um mundo melhor

Fraternidade Sem Fronteiras Juntos por um mundo melhor

A Organização Humanitária Fraternidade Sem fronteiras foi fundada em 2009, na cidade de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, Brasil

.

Wagner Moura Gomes

O projeto nasceu de um chamado do coração. Wagner Moura Gomes, o fundador e presidente da FSF, era ainda menino quando se viu chorando pela fome no mundo. Uma dor que o acompanhou pela juventude, quando já se dedicava a trabalhos voluntários na periferia da cidade onde morava, e, adulto, o fez decidir ir à África.

Escolheu Moçambique, país de língua Portuguesa, localizado na região mais pobre do mundo, a África Subsaariana – um milhão de pessoas com fome, seiscentos mil órfãos. Começava ali o trabalho de acolhimento.

Daqueles primeiros dias aos de hoje, uma série de felizes acontecimentos vêm tecendo essa história de fraternidade pela África e por um mundo de paz. Atuamos em alguns dos lugares mais pobres do planeta, com esperança e profundo desejo de ajudar a acabar com a fome e a construir um mundo de paz. Hoje, são 10 projetos diferentes desenvolvidos em 6 países. São 15 mil acolhidos, 53 pólos de trabalho, 985 jovens na escola, 430 mil Refeições por mês, 12 Poços Artesianos, 144 casas construídas, 473 idosos amparados, 2 padarias instaladas, 492 trabalhadores diretos e 550 caravaneiros por ano.

A ajuda humanitária que levamos a milhares de pessoas é possível graças a uma grande corrente de amor que vem se formando. São milhares de padrinhos que doam mensalmente para ajudar a transformar vidas. O apadrinhamento é o coração dos projetos, que também são mantidos com recursos de doações avulsas e promoções beneficentes realizadas por voluntários que abraçam a causa no Brasil e exterior.

FSF Internacional

Brasileiros trouxeram a mensagem para o exterior e novos voluntários unem-se ao movimento, divulgando a causa. Em Janeiro de 2017, foi registrada, na Suíça, a Bruederlichkeit ohne Grenzen,  em Julho do mesmo ano, na Inglaterra, foi constituída oficialmente a Fraternity Without Borders.  A união de pessoas de vários países fortalece o movimento sem fronteiras.

Na Inglaterra, o movimento realiza eventos e conta também com fundamental colaboração de profissionais e empresários de diversos setores na arrecadação de recursos para a causa. Toda a renda adquirida pelo Fraternity Without Borders é revertida para o projeto Acolher Moçambique que atende cerca de 11 mil pessoas. Graças à esse esforço conjunto, com a ajuda de generosos patrocinadores, voluntários e padrinhos, a ONG atingiu uma de suas metas em 2017, que foi a construção de um centro de acolhimento em Moçambique. O centro de acolhimento foi batizado carinhosamente como Hoyo-Hoyo, que significa “bem-vindo”, em Changana, a língua local. Localizada em Mabalane, no distrito de Chikwalakwala.

Com as restrições por conta da pandemia da Covid- 19, as atividades dos 30 Centros de Acolhimento no país foram suspensas e os acolhidos estão recebendo sua cota de alimentos para cozinhar em casa.

“No momento, assim como as escolas, nós tivemos que suspender as atividades de todos os centros de acolhimento por causa da pandemia, ou seja, não servimos mais a comida preparada, cozida. Por conta da paralisação, os preços dos alimentos aumentaram, as pessoas que conseguiam fazer alguns bicos ficaram impossibilitadas de trabalhar e a necessidade e a fome aumentaram.

A solução que encontramos foi oferecer uma pequena cesta de arroz e feijão crus, uma vez por mês.

Infelizmente, essa não é a melhor opção, pois o alimento é pouco para as famílias tão numerosas, calculamos que essa cesta não dure mais que três ou quatro dias. No entanto, o que alivia nossos corações é que, mesmo com toda dificuldade, não deixamos de levar para dentro dessas famílias esse alimento, o que para nós parece pouco, muitas vezes é o único alimento que eles têm”, comenta a arquiteta Priscilla Martins de Alexandre Coordenadora de Projetos Sustentáveis na África.

Como ajudar?

O apadrinhamento é doação mensal de £15 no Reino Unido para a compra de alimentos, atenção à saúde, estudo, atividades pedagógicas, culturais, formação profissionalizante e também a estrutura e montagem dos centros de acolhimento. O padrinho recebe periodicamente informações sobre a evolução dos projetos, tem disponibilizada a prestação de contas detalhada e pode participar de caravanas de voluntários para conhecer o trabalho humanitário de perto.

As doações avulsas ajudam a manter os projetos humanitários da Fraternidade Sem Fronteiras e do Fraternity Without Borders. Quem doa pode indicar uma finalidade específica para o recurso ou deixar a gestão das organizacoes livre para decidir. Qualquer valor doado é muito útil e ajuda a fazer um mundo bem melhor.

https://www.fraternidadesemfronteiras.org.br/doacao-avulsa/

https://www.fraternitywithoutborders.co.uk/templates/donate.html#second-section

Para quem está no Reino Unido, você também pode ajudar adquirindo livros, temos vários títulos de autores que apóiam a causa, e também comprando nossas lindas camisetas por £11. Temos diversas cores e tamanhos e você recebe diretamente na sua casa.

Gostaria de participar dessa corrente de amor? Junte-se a nós.

[email protected]

www.fraternitywithoutborders.co.uk

www.fraternidadesemfronteiras.org.br

Katia Fernandes jornalista da Entre Brasucas e voluntária da Fraternidade Sem Fronteiras

Deixe o seu comentário


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *