Seja Bem Vindo a Entre Brasucas / Registre-se Clicando no Cadeado

A GRANDE MURALHA DA CHINA – FATOS CURIOSOS

A GRANDE MURALHA DA CHINA – FATOS CURIOSOS

Construída durante quatro Dinastias, a Grande Muralha da China serviu para evitar invasões do Norte na região Sul e, também, para proteger o comércio das rotas de seda

Uma das sete maravilhas do mundo, Patrimônio Mundial da Unesco,, a Muralha da China, conhecida como a Grande Muralha ou o Dragão de Pedra, teve o início de sua construção no ano 221 a.c., quando a China foi unificada pela primeira vez. Essa parte mais antiga da construção, feita inicialmente de barro e, bem depois, de tijolos, hoje em dia, não passa de um monte de terra, em razão do desgaste provocado pelas intempéries natur

No entanto, a parte da Muralha que hoje conhecemos, visitamos e percorremos é a parte edificada em pedra durante a Dinastia Ming e tem aproximadamente apenas 500 anos. Justamente essa parte, de aproximadamente 8,8km de extensão, resistiu ao desgaste natural por ter sido construída com um material mais resistente.

Desde o início da construção, os trabalhadores que participavam da edificação eram camponeses que se ofereciam para trabalhar em troca da isenção de impostos. Registros apontam que, em razão do frio e das difíceis condições de alimentação, 80% dos funcionários que trabalharam na construção morriam no local de trabalho.

  Nos primórdios da construção, os ataques sofridos eram com lanças, espadas e armas mais leves do que conhecemos hoje. Por isso, bastava a construção com barro e cascalho, com moldes em madeira,

 Durante a Dinastia Ming ampliou-se a barreira com tijolos aquecidos em fornos a 1150 graus, que se tornavam mais resistentes. No entanto, os fornos ficavam a quase 80km de distância do muro, pelo que era necessário o transporte por carroças até o local.  Já a argamassa era feita no local da construção com barro e farinha de arroz.

A Muralha não é homogênea em toda a sua extensão. As partes mais antigas, ou estão cobertas de vegetação ou areia, das tempestades de areia que soterraram boa parte de grandes trechos, ou aparecem pouco acima do chão ou, em alguns trechos, se desvendam com a altura quadruplicada! Chegam a ficar visíveis fortalezas e torres vigias nas linhas principais.

Calcula-se que existiam, por toda a extensão, mais de 40 mil torres!

Independentemente da época de sua construção, o critério de construção era o mesmo: mesmo que a distância entre elas variasse, sempre, sem exceção, cada torre vigiada, devia ter visualização da torre seguinte, para que os sinais e mensagens pudessem ser transmitidas. Os sinais eram de fumaça preta, pela queima de esterco com palha.

Além disso, as torres eram ligadas por passarelas de 6m de largura para possibilitar o fácil e mais rápido acesso das tropas, em caso de ataque.

Hoje, o trecho visitável possui de 5 a 8 metros de altura porque a Muralha foi projetada para ter a altura mínima de três homens .

Quem tem preparo para caminhar por toda essa distância e conhecer uma, das sete maravilhas do mundo com a Entre Brasucas ?

Tania Wasserman

Entre Brasucas

Deixe o seu comentário


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *